(62)35884355 / 984829592 escolaivansantos@gmail.com some text


Escovas e Alisamentos Progressivos


Escovas e Alisamentos Progressivos

Selagem, Botox, Progressivas são a mesma coisa ? Entenda!

Quando se fala na palavra ( progressiva ) se absorve algo que gradualmente irá progredir, sucessivamente irá acontecer, em relação a área da beleza á uma constante no pensamento, principalmente do público feminino, e essa constância está destinada a substância FORMOL conhecido também como formaldeído e outras versões, contudo ao que parece ser uma máxima nem sempre consiste na realidade.

Todos os profissionais da beleza sabem que existe uma gama muito grande de substâncias alisantes que podem ser usadas nos produtos de alisamentos térmicos ou seja produtos que precisam de fonte de calor.

Entretanto, quando o consumidor final escuta essa palavra ( PROGRESSIVA ) imediatamente faz uma ligação com o famoso e temido e ao mesmo tempo amado por muitos o ( formol ).

Esse texto apenas quer deixar claro que o nome merchandising usado como marketing no começo da febre pelos alisamentos térmicos não sugere que todas as marcas e produtos de alisamentos contém o bendito formol.

Como dito antes existe uma gama de substâncias que estão sendo bastante usadas para obterem o mesmo resultado e prometendo até resultados melhores que o mesmo.

É necessário que o iniciante na profissão beleza saiba diferenciar marca, nome de produto, marketing e substância, o que geralmente não está relacionado um ao outro, por exemplo:

Escova Progressiva, escova inteligente, alisamento térmico, escova marroquina, escova francesa, botox capilar, escova japonesa, selagem e etc. São nomes usados por marcas para ter uma diferenciação no mercado, tocar seu consumidor final através do marketing e pesquisa atraindo o profissional da beleza para a compra de seu produto.

Porém existe uma tampa para cada panela, por conexão ao nome geralmente a cliente irá escolher o procedimento que lhe gerar melhor conforto, algumas pensam que todas progressivas tem formol e irão alisar mais que outras substâncias, pela mesma vibe algumas clientes pensam que uma selagem tem menos produto químico e não vai prejudicar tanto seus fios e alisar menos.

Já sabemos que esses nomes são nomes fantasias e por isso nada tem haver com a química em si, portanto você profissional além de ler o nome da marca e o nome fantasia no rótulo do produto, tem que se atentar para a composição do mesmo e verificar qual é a substancia usada para fazer o aliamento. Ao mesmo tempo que irá procurar maneiras de saber se o produto é devidamente registrado pelo órgão competente ( ANVISA ) para não ter nenhuma dor de cabeça.

Uma dica valiosa para vender seu serviço é observar na sua cliente a classe social, cultural, trejeitos, cabelo e principalmente qual é o resultado que ela quer obter para assim você definir o nome do serviço a ser oferecido para o trabalho.

Temos no mercado selagem que alisa cabelo e selagem que só hidrata, botox que reduz o frizz ou seja alisa e botox que não passa de uma simples reposição de água, afinal você leu a descrição do produto, leu a composição, buscou informações com seu fornecedor ou só comprou pelo impulso?

Um outro exemplo, as marcas deixam a entender que uma proteína ou um aminoácido e até mesmo vitaminas são responsáveis pelo alisamento, prova disso são rótulos de produtos de escovas alisantes com nomes tipo ( Queratina ou Argan ) estampando grandemente o frasco passando a impressão que serão eles os responsáveis pelo alisamento.

Cada marca terá uma ( % ) diferente da composição alisante seja ela formaldeído, ácido, carbocisteína, amônia e etc. Um passo-a-passo diferente, um tempo de pausa e consequente um resultado diferente. Aprenda a ler não só o produto, mas também a ler o cabelo de sua cliente, entender qual é seu anseio neste procedimento, qual resultado ela quer chegar, para assim escolher a melhor forma de fazer o serviço perfeito.

Há casos de clientes que só queriam hidratar e tiveram seus cabelos alisados, mulheres que estavam esperando o liso perfeito e tiveram apenas uma leve redução de volume e algumas tiveram queda, alergias dentre outros infortúnios.

Absorva essas dicas e não confunda nome de produto, nome fantasia de marketing com composições alisantes, esteja preparado para fazer testes, ir até um centro técnico em busca de mais informações e estar antenado com outros profissionais para não serem confundidos e prometerem para suas clientes resultados falsos com produtos ruins.

O produto para causar dano aos fios e a saúde do cliente tem que ser aplicado por alguém.

Comentários


Scroll to Top